Estrutura pedagógica

O marco referencial do Colégio BONFIM é orientar a trajetória dos seus alunos para uma humanidade mais feliz, mais próspera, de modo a se construir uma sociedade onde a solidariedade predomina.

 

Objetivos Educacionais Pedagógicos:

 

- Ensino de excelência;

- Promover a vivência de valores éticos, políticos e cívicos, que contribuam para a formação de pessoas que se autorrealizem e participem construtivamente da sociedade.

- Oportunizar o desenvolvimento das inteligências múltiplas, respeitando a identidade de cada aluno na convivência social.

- Oportunizar a formação de cidadãos autônomos, críticos, cuja característica seja a capacidade de argumentação sólida.

-Criar oportunidades de integração com a família, a fim de formar parceria na educação de seus filhos.

 

Estrutura  Ético-Pedagógica

 

A Proposta Pedagógica do Colégio Bonfim baseia-se na concepção teórica sociointeracionista,  que prioriza a interação entre indivíduo e cultura. De acordo com Vygotsky, o indivíduo se desenvolve por meio de interações com os grupos sociais dos quais faz parte. Apoiado nesta concepção, o objetivo do nosso trabalho é estimular o aluno a estabelecer trocas de experiências e informações com seus grupos sociais, família, professores e amigos.

 

O Colégio BONFIM mantém, em regime de externato de frequência mista, horário integral ou parcial, em três turnos: manhã, tarde e manhã e tarde, abrangendo os seguintes níveis:

 

-Educação Infantil : Creche e Educação Pré-Escolar.

- Ensino Fundamental: 1º ao 5º Ano.

 

Educação Infantil

 

Oferecemos às nossas crianças condições para que a aprendizagem ocorra através das brincadeiras e de situações pedagógicas intencionais, orientadas pelo professor, que se constitui no parceiro mais experiente, por excelência, cuja função é propiciar e garantir um ambiente rico, prazeroso, saudável, de experiências educativas e sociais variadas.

 

Ensino Fundamental

 

O Colégio, preocupado em fazer com que os alunos desenvolvam suas capacidades, ajusta sua maneira de ensinar e seleciona os conteúdos de modo a auxiliá-los a se adequarem às várias vivências a que são expostos em seu universo cultural; considera as capacidades que os alunos já têm e as potencializa, preocupa-se com aqueles alunos que encontram dificuldade no desenvolvimento das capacidades básicas, tornando assim o ensino mais humano, mais ético.